terça-feira, 10 de março de 2009

Aqui a coisa funciona assim...

Quando não tem nada, é nada mesmo... deserto, vazio, carência, silêncio e culpa!

Mas quando tem algo, é tudo, e ao mesmo tempo, e agora, e já!

Não é atoa que eu me classifique naturalmente compulsivo, ansioso e intransigente. Culpa dos céus, que não se organizam. Pô!!! Qualé? Vamos estruturar o processo organizacional dos acontecimentos terrenos aí do alto? Se precisar até dou consultoria. Juro!